top of page

Alimentadores quebra-cabeça para o enriquecimento ambiental para gatos

Os gatos começaram a se aproximar de humanos e a serem domesticados por volta de 10 mil anos atrás, esse tempo é recente se comparado aos cães, devido a isso o comportamento do gato doméstico e necessidades comportamentais são muito semelhantes ao do seu ancestral selvagem mais próximo, o gato selvagem africano. tinham uma vida livre, onde na natureza normalmente comem de 10 a 20 pequenas refeições ao longo do dia e da noite, com horas de tentativas de caças com e sem sucesso.


Atualmente a maioria dos gatos domésticos vivem em confinamento em locais fechados e são alimentados em uma tigela no mesmo local dia após dia, o que significa que pouco ou nenhum esforço necessário para obter o seu alimento. Isso está associado ao aumento do risco de obesidade, diabetes mellitus, problemas articulares e sinais crônicos do trato urinário inferior. A falta crônica de oportunidade para gato de interagir com o ambiente e ser estimulado mentalmente pode levar ao tédio, podendo resultar em apatia ou ansiedade, e gerar o desenvolvimento de problemas comportamentais e de saúde mental, como por exemplo agressão entre gatos, comportamentos de busca de atenção excessiva e comportamentos relacionados ao estresse.


Inicialmente os quebra-cabeças alimentares foram criados para fornecer enriquecimento ambiental para animais de zoológico e laboratório em cativeiro. Geralmente são qualquer objeto que possa conter comida e ao serem manipulado pelos animais liberam comida. Os quebra-cabeças alimentares são classificados em dois tipos, móveis e estacionários, podem ser utilizados para fornecer alimentos secos e/ou úmidos (Figura 1). Podem ser comprados comercialmente ou feitos em casa (caseiros).


Os quebra-cabeças alimentares móveis normalmente têm o formato de uma bola, ovo ou tubo. Suas superfícies arredondadas facilitam para os gatos obter o alimento empurrando com a pata ou o focinho. Geralmente têm um ou mais buracos e, em alguns casos, esses quebra-cabeças podem ser regulados para facilitar ou dificultar a liberação de alimentos, alterando o tamanho ou o número de espaços abertos que podem dispensar alimentos secos.



Figura 1 - Alguns tipos de quebra-cabeças alimentares para alimentos secos: A- móvel caseiro; B- estacionário caseiro; C- móvel comercial e D- estacionária comercial. Adaptado de Dantas, L. M et al, 2016.


Os alimentadores do tipo quebra-cabeças estacionários são maiores, com bases robustas, furos, copos ou canais. Alimentos secos podem ser colocados nos buracos e copos, que devem ser pescados com a pata. Os poços podem ser preenchidos com alimentos úmidos e o gato deve lamber a comida desses poços, imitando como os gatos usam os músculos da mandíbula para remover a carne do osso.


Os alimentadores quebra-cabeças podem ser feitos em casa, de maneira fácil e barata, utilizando caixas e mariais recicláveis. As fotos a seguir ilustram exemplos de alimentadores quebra-cabeças caseiros (Foto 2).


Os benefícios do uso de alimentadores quebra-cabeças são inúmeros, sendo o principal estimular mentalmente e fisicamente os gatos durante a alimentação e permitir que eles expressem seu comportamento natural de caça, os gatos devem ser alimentados sempre com esses tipos de alimentadores. Todos os gatos podem usar alimentadores quebra-cabeça, isso inclui gatos idosos, filhotes, gatos de três patas, gatos cegos e gatos com outras deficiências.



Figura 2 - Três exemplos de alimentadores quebra-cabeças caseiros, que podem ser feitos em casa pelos tutores de gatos. Adaptado de Ellis, S. & Rowe, L 2019.


Deve -se introduzir os alimentadores de quebra-cabeça lentamente, para que o gato tenha tempo para aprender a usá-los e evitar causar frustração. Seguem algumas dicas como adaptar o felino ao uso de alimentadores de quebra-cabeça:

  • Continue a alimentar parte da ração diária do gato no local e tigela que normalmente está acostumado e oferecer parte dela no alimentador de quebra-cabeça

  • Ajustar os alimentadores quebra-cabeça para facilitar a obtenção do alimente. Encher o alimentador quebra-cabeça com grande quantidade de alimento para que a comida seja liberada mais facilmente.

  • Use comedouros quebra-cabeça transparentes e/ou com muitas aberturas para que os gatos possam ver, cheirar e ouvir facilmente o alimento.

  • Polvilhe um pouco de comida seca ao redor do alimentador quebra-cabeça, para estimular o interesse pelo dispositivo e ajudar o gato a fazer uma conexão entre a comida e o alimentador quebra-cabeça


À medida que o gato se torna mais adaptado ao uso do alimentador de quebra-cabeça e não demostra sinais de estresse, ansiedade ou frustração, aumente a quantidade de comida diária do gato fornecida por meio do alimentador de quebra-cabeça. A dificuldade do alimentador de quebra-cabeça deve ser aumentada gradualmente. A dificuldade pode ser aumentada usando dispositivos com menos e/ou furos menores, dispositivos opacos e dispositivos mais difíceis de manipular. Isso garantirá que o alimentador quebra-cabeça continue sendo estimulante, o dispositivo deve representar um desafio para o gato, sem causar frustração.


Os gatos têm preferências e habilidades individuais, então experimente uma variedade de alimentadores de quebra-cabeça diferentes para identificar qual o seu gato vai gostar de usar. Deve-se fornecer uma variedade de alimentadores de quebra-cabeça para que os gatos continuem se sentindo desafiados ao tentar obter seu alimento e evitar o tédio ao utilizar continuamente o mesmo alimentador de quebra-cabeça. Isso vai garantir que o uso de alimentadores quebra-cabeça continue sendo enriquecedor e divertido para o gato permitindo que ele expresse seus comportamentos naturais de caça, faça exercícios físico e tenha saúde mental.


Referências

Dantas, L. M.; Delgado, M. M.; Johnson, I.; Buffington, C. T. (2016). Food puzzles for cats: feeding for physical and emotional wellbeing. Journal of Feline Medicine and Surgery,1098612-16643753.


Ellis, S. and Rowe, L. Five-a-Day Felix. A report into improving the health and welfare or the UK’s domestic cats by The Big Bang UK Scientists and Engineers Fair in partnership with International Cat Care (2019).


Food puzzles for cats: How to make feeding more natural. Perth Cat Hospital, 22 de outubro. Disponível em< http://www.perthcathospital.com.au/puzzle-feeders-natural-feeding-cats/>. Acesso em 10 de maio de 2022.


Sadek, Tammy; Hamper, Beth; Horwitz, Debra; Rodan, Ilona; Rowe, Elizabeth; Sundahl, Eliza (2018). Feline Feeding Programs: Addressing behavioral needs to improve feline health and wellbeing. Journal of Feline Medicine and Surgery, 20(11), 1049–1055.


Puzzle Feeders. International Cat Care, 02 de novembro de 2019. Disponível em: <https://icatcare.org/advice/puzzle-feeders/>. Acesso em: 10 de maio de 2022.

108 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Opmerkingen


bottom of page