top of page

Tipagem sanguínea felina

A doação de sangue desempenha um papel crucial na medicina felina. Ela pode salvar a vida do seu pet. Para que esse processo seja seguro e eficaz, é necessário que o felino passe por um teste de tipagem sanguínea. Com esse teste, os veterinários podem assegurar compatibilidade entre doador e receptor, evitando reações hemolíticas graves, até fatais, além de garantir sucesso.


Sistema antigênico AB

A identificação do tipo sanguíneo é essencial para a segurança e o bem-estar dos pacientes, especialmente em transfusões sanguíneas, emergências, e até mesmo em cuidados obstetrícios. O sistema antigênico eritrocitário dos felinos é o AB. Isso significa que o tipo sanguíneo dos felinos podem ser tipo A, tipo B ou tipo AB, além de variantes menos comuns. Sendo que o A é mais comum e o tipo AB é o mais raro.


A coleta do sangue para realizar a tipagem sanguínea deve ser feita através do tubo EDTA e deve ser mantido refrigerado de 2 a 8°C em até 48hrs.


Interprete os resultados após tipagem a seguir:




Conforme a tabela acima:

  • Felinos do Grupo A podem doar o para o Grupo A e receber do Grupo A.

  • Felinos do Grupo B podem doar para o Grupo B e receber do Grupo B.

  • Felinos do Grupo AB podem doar para o Grupo AB e receber do Grupo A e do Grupo AB.


O tipo AB não possui aloanticorpos anti-A e anti-B. Contudo é recomendado receber apenas sangue do tipo A ou AB, por causa grande quantidade de aloanticorpos anti-A que os dadores do Grupo B possuem.


Caso os gatos do Grupo B recebam sangue de gatos do Grupo A. Estes podem sofrer uma reação hemolítica grave, devido ao alto número de anticorpos circulantes anti-A que os felinos do grupo B possuem. Da mesma forma que os gatos do Grupo A se receberem sangue do Grupo B. Entretanto, com menos gravidade pois os felinos do Grupo A possuem uma quantidade menor de anticorpos anti-B.


Antígeno Mik

Um antígeno foi identificado recentemente em algumas raças, chamado Mik. O felino pode ser Mik positivo ou Mik negativo. Esse antígeno causa incompatibilidade com doadores e receptores do Grupo AB podendo causar reações adversas em uma transfusão. Seu significado ainda está sendo estudado pela medicina felina.


Lembre-se de que ao participar da doação de sangue felino, você e seu pet estão desempenhando um papel importante, além de melhorar a qualidade de vida de outros animais e, também salvá-los.


Projeto Pet Doador VETEX

Atualmente a VETEX Laboratório Veterinário possui um projeto chamado Projeto Pet Doador. Nesse projeto seu pet pode doar até 4 vezes ao ano e salvar até 12 vidas. Além disso, você ganhará benefícios. O seu gatinho precisa ter no mínimo 4kg, idade entre 1 e 8 anos, estar saudável, vacinado, vermifugado e não estar gestante. Torne seu pet um herói doador.



Referências bibliográficas


25 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

תגובות


bottom of page